Ferropar consolida investimento de U$ 3,2 milhões

A Assessoria de Comunicação Social da Ferrovia Paraná - Ferropar - informa que

Publicado em 18/03/2003 14:23 | Atualizado em 18/03/2003 11:23
| Compartilhe:

A Assessoria de Comunicação Social da Ferrovia Paraná - Ferropar - informa que a Bunge Alimentos acaba de iniciar a operação de seu novo complexo de armazenagem, junto ao terminal da Ferropar, em Cascavel (PR). A unidade tem capacidade estática para 76 mil toneladas e incorpora modernas tecnologias de recepção e embarque que agilizam o processo, permitindo a descarga de 25 caminhões a cada hora.

 

Com a nova estrutura de recepção, a empresa desativou as antigas instalações no Jardim Maria Luiza, no perímetro urbano. “No novo endereço estamos podendo atender melhor aos produtores e aos próprios motoristas, além de podermos planejar o escoamento da produção”, observa o gerente da unidade local, Manoel Alves da Silva, estimando o investimento da empresa em U$ 3,2 milhões.

 

Sétimo grande investimento

 

A disponibilidade do modal ferroviário aliada à atuação conjunta da Ferropar (consórcio que venceu concorrência para operação do trecho ferroviário) e Ferroeste (autarquia estadual responsável pela construção da ferrovia e detentora do patrimônio fixo) foram decisivos para a localização da nova unidade da Bunge. O terreno foi repassado em regime de comodato à empresa, que o utilizará pelo prazo de 25 anos, vigência da concessão à Ferropar. Vencido este prazo, todo o patrimônio edificado reverterá à estatal Ferroeste.

 

“O esforço pela atração de investimentos junto ao terminal cumpre um papel importante da ferrovia e do próprio poder público, que é o de transformar o modal ferroviário no indutor e atrativo de investimentos de lastro para a economia local e regional”, raciocina o presidente da Ferropar, Benony Schmitz Filho, lembrando que este é o sétimo grande investimento baseado junto à Ferrovia.

 

A atuação conjunta da Ferropar e Ferroeste já viabilizou a instalação do complexo de armazenagem da Imcopa-Moinhos Iguaçu (investimento inicial de U$ 5 milhões), do terminal de cimentos da Votoran, indústria de adubos da Coopavel, Centro Metrológico do Ipem, Estação Aduaneira do Interior ou Porto Seco e armazéns da Cargill. Outros grandes investimentos encontram-se em fase de negociação, complementa o Diretor de Produção Horacio Guimarães.